7 livros de terror e suspense escritos por mulheres

Em um mundo onde os livros de terror e o suspense são frequentemente associados à literatura masculina, há um universo obscuro e fascinante sendo tecido pelas mentes femininas. Mulheres escritoras têm deixado sua marca indelével nessas narrativas, explorando o macabro, o sobrenatural e o psicológico com maestria. Prepare-se para mergulhar em sete obras assombrosas que irão arrepiar e cativar até mesmo os leitores mais destemidos.

Conheça os melhores livros de terror:

Frankenstein, Mary Shelley

“Frankenstein”, escrito por Mary Shelley, é uma obra seminal que transcende gêneros e épocas. Publicado originalmente em 1818, o livro narra a história do jovem cientista Victor Frankenstein, que, obcecado pela ideia de criar vida, dá vida a uma criatura grotesca e solitária. O romance não apenas explora as consequências da ambição humana desenfreada, mas também questiona as fronteiras entre o homem e a criação, entre o bem e o mal.

  • Número de páginas: 288
  • Classificação indicativa: 14+
  • Editora: Darkside

A Última Festa, Lucy Foley

Em “A Última Festa”, Lucy Foley nos leva a uma viagem sinistra durante o réveillon, onde as tensões entre um grupo de amigos revelam segredos sombrios e ressentimentos enterrados. Quando uma morte misteriosa ocorre durante a festa de ano novo, os personagens se veem presos em uma situação desesperadora, lutando não apenas contra os elementos, mas também contra os demônios de seu próprio passado.

  • Número de páginas: 304
  • Classificação indicativa: 14+
  • Editora: Intrínseca

O Silêncio da Casa Fria, Laura Purcell

Laura Purcell nos envolve em um mundo de mistério e horror em “O Silêncio da Casa Fria”. A protagonista, recentemente viúva, enfrenta a solidão em uma casa isolada, onde eventos sobrenaturais desafiam sua sanidade e sua percepção da realidade. Com uma atmosfera densa e angustiante, Purcell cria uma história que é ao mesmo tempo uma reflexão sobre o luto e uma exploração do sobrenatural.

  • Número de páginas: 242
  • Classificação indicativa: 14+
  • Editora: Darkside

A Assombração na Casa da Colina, Shirley Jackson

Shirley Jackson, conhecida como a “rainha do terror”, nos leva a uma jornada assustadora através dos corredores sombrios da Casa da Colina. Neste clássico do horror psicológico, os personagens são confrontados não apenas com os horrores que habitam a casa, mas também com os demônios que residem dentro de si mesmos. Com uma prosa afiada e uma habilidade magistral para criar atmosfera, Jackson nos leva a um mundo onde o medo se torna uma presença palpável.

  • Número de páginas: 200
  • Classificação indicativa: 14+
  • Editora: Alfaguara

E Não Sobrou Nenhum, Agatha Christie

Agatha Christie nos presenteia com um mistério intrigante em “E não sobrou nenhum”. Dez pessoas sem conexão aparente são reunidas em uma ilha remota, onde mortes inexplicáveis começam a ocorrer. Com reviravoltas engenhosas e personagens complexos, Christie desafia os leitores a desvendar o intricado quebra-cabeça preparado pela mente ardilosa da autora.

  • Número de páginas: 4 00
  • Classificação indicativa: 14+
  • Editora: Globo Livros
livros

As Coisas que Perdemos no Fogo, Mariana Enriquez

Mariana Enriquez nos leva a um universo surrealista em “As Coisas que Perdemos no Fogo”, onde o horror se entrelaça com o cotidiano. Com narrativas que desafiam convenções e exploram as sombras da sociedade argentina, Enriquez oferece uma visão arrepiante do mundo ao nosso redor, revelando os horrores que espreitam sob a superfície da normalidade.

  • Número de páginas: 188
  • Classificação indicativa: 14+
  • Editora: Intrínseca

Inventário de Predadores Domésticos, Verena Cavalcante

“Inventário de Predadores Domésticos”, de Verena Cavalcante, nos leva a explorar o universo dos assassinos domésticos com uma prosa afiada e uma visão penetrante da natureza humana. Com histórias que se passam em cenários sombrios e evocativos, Cavalcante nos confronta com a violência e a animosidade das selvas urbanas, explorando os horrores que residem nos corações mais sombrios da humanidade.

  • Número de páginas: 240
  • Classificação indicativa: 14+
  • Editora: Darkside

Conclusão

Neste mergulho no mundo do terror e suspense escritos por mulheres, exploramos sete livros que desafiam convenções e elevam o gênero a novos patamares de excelência. Desde os clássicos atemporais até as vozes contemporâneas, cada livro nos leva a um universo de horror e admiração, onde as autoras nos convidam a confrontar nossos medos mais profundos e a explorar as sombras que habitam os recantos mais sombrios da mente humana.

Por meio de suas narrativas envolventes e personagens complexos, essas mulheres escritoras não apenas nos cativam com suas histórias, mas também nos desafiam a refletir sobre questões fundamentais da condição humana. Do terror gótico à tensão psicológica, cada um dos livros são um testemunho do poder da imaginação feminina e da habilidade das autoras em criar mundos que nos deixam arrepiados e cativados até a última página.

À medida que fechamos estas páginas e refletimos sobre as experiências que vivemos através dessas histórias, somos lembrados do impacto duradouro que as mulheres têm tido no mundo da literatura de terror e suspense. Seja através de suas reflexões sobre a natureza da humanidade, suas explorações do desconhecido ou sua habilidade de provocar medo e admiração, essas autoras continuam a nos inspirar e a nos surpreender com sua criatividade e talento. Que esses livros sirvam como um lembrete de que o horror e o suspense não têm gênero, e que as vozes das mulheres continuem a ressoar e a ecoar através dos corredores escuros da imaginação humana.

...