Explorador descobre megalíticos do tipo Stonehenge em Florianópolis

Autor: Luiz Veroneze – MTB 9830/PR

Que a cidade de Florianópolis, capital de Santa Catarina, é um paraíso tropical todo mundo já sabe. Novidade é o fato que recentemente um explorador americano confirmou alguns locais como antigos megalíticos, inclusive, um deles do tipo Stonehenge em Florianópolis.

O autor, inventor, explorador e CEO compartilhou suas descobertas mais recentes, que prometem revolucionar a compreensão sobre antigos monumentos e a história da humanidade. Grant trouxe à tona evidências surpreendentes encontradas no Brasil, que podem redefinir a arqueologia moderna.

Recentemente, Robert Edward Grant retornou do Brasil, trazendo consigo evidências impressionantes de pirâmides espalhadas por todo o país. Isto não é uma novidade para quem acompanha o site do Jornal da Fronteira, que já publicou inúmeras matérias sobre as evidências de pirâmides milenares ocultas na selva Amazônica.

De acordo com Grant, essas pirâmides, ainda não oficialmente descobertas, são mais realistas do que as encontradas na Antártica ou na Bósnia.

Durante sua estadia, ele descobriu um sítio megalítico em Florianópolis, onde proferiu uma palestra. Grant revelou que não sabia inicialmente por que sua equipe o havia levado à cidade, conhecida por seu caráter mágico, de praias paradisíacas. Lá, ele encontrou três sítios megalíticos que se alinham perfeitamente com o solstício e o equinócio.

stonehenge em florianopolis 3

A foto acima e a foto de destaque deste artigo, são do Dólmen da Oração, apontado como megalítico do tipo Stonehenge.

Stonehenge em Florianópolis

Ao analisar esses sítios, Grant percebeu que eles formavam um alinhamento exato com o Cinturão de Órion. Um dos sítios, conhecido como “Cabeça do Dragão”, possui cortes específicos que permitem visualizar onde o sol nasce no horizonte durante o solstício.

Grant também descobriu um sítio em Florianópolis, onde os moradores conhecem como Dómen da Oração, cuja longa trilha em meio à floresta fechada, leva a um local que ele descreveu como um Stonehenge em Florianópolis – “Stonehenge para Órion”, reforçando ainda mais a correlação com a constelação.

Novas pirâmides desconhecidas

Além dos sítios megalíticos, Grant encontrou pirâmides localizadas a apenas duas horas de Florianópolis. Ele relatou que essas pirâmides possuem marcas precisas e aparentam ser muito antigas, com estruturas gigantescas que se assemelham às pirâmides da Mesoamérica antes de serem escavadas.

Grant está buscando acesso a essas áreas, algumas das quais estão situadas em bases militares, e espera obter, junto ao Governo Federal do Brasil, permissão para explorá-las.

Grant destacou que as pirâmides brasileiras fazem parte de uma descoberta global que envolve alinhamentos com a constelação de Órion.

Ele mencionou que esse padrão aparece em pirâmides na China, no México e no Egito, sugerindo uma conexão profunda e antiga entre essas civilizações. Grant acredita que essas estruturas são parte de um grande mapa de ressonância e geometria sagrada, conectando diferentes partes do mundo por meio de alinhamentos estelares.

stonehenge em florianopolis 2

A imagem acima, detalha os locais dos três megalíticos descobertos por Robert Grant na ilha de Florianópolis

Tecnologia e geometria sagrada

Robert Edward Grant explicou que suas descobertas se baseiam em princípios de geometria sagrada, como o Cubo de Metatron, que ele usou para reconstruir o platô de Gizé. Ele argumentou que a geometria sagrada foi utilizada pelos antigos construtores para criar essas estruturas monumentais sem a necessidade de medições precisas, utilizando apenas proporções e formas geométricas intrínsecas.

Grant também sugeriu que a ressonância acústica pode ter sido utilizada para mover grandes blocos de pedra, uma tecnologia que ele acredita ser possível com a mente humana em um nível avançado de evolução.

Robert Edward Grant continua a desafiar as percepções sobre a história antiga e a tecnologia com suas descobertas inovadoras. Suas recentes explorações no Brasil revelam um novo capítulo na saga das pirâmides e sua conexão com o cosmos.

À medida que mais descobertas são feitas, Grant está determinado a desvendar os mistérios de nosso passado antigo, iluminando o caminho para uma compreensão mais profunda de nossa herança compartilhada.


O que se sabe sobre o misterioso mundo perdido descoberto no meio selva Amazônica

amazon
...