Máscara de Jade é descoberta em túmulo Maia encontrado na Guatemala

Arqueólogos fizeram uma descoberta excepcional em Chochkitam, uma antiga cidade maia situada no nordeste da Guatemala. Uma máscara de jade intacta foi encontrada no túmulo de um rei, lançando nova luz sobre as práticas funerárias e a estética artística da civilização maia.

Esta descoberta, datando de aproximadamente 350 d.C., oferece um vislumbre raro na história e na cultura de uma das civilizações mais enigmáticas da Mesoamérica.

As inscrições encontradas em Chochkitam confirmam que a cidade era um centro político importante com uma linhagem real que remonta aos tempos pré-clássicos. A descoberta da máscara de jade reforça o significado histórico da cidade, destacando sua posição como um dos centros de poder do mundo maia.

A máscara de jade encontrada é feita de téssera de jade e conchas de moluscos bivalves, demonstrando a habilidade e o conhecimento artístico dos maias. Essas máscaras eram frequentemente usadas para representar divindades ou ancestrais e refletiam a afluência e influência dos indivíduos sepultados. A complexidade e a beleza da máscara sugerem que ela pertencia a um indivíduo de alto status, provavelmente da realeza.

Uma pesquisa de LiDAR realizada em 2021 desempenhou um papel crucial nesta descoberta. Após identificar um túnel cavado por ladrões na estrutura central de uma pirâmide real, os arqueólogos investigaram uma área não perturbada na câmara interna. Este exame levou à descoberta de restos humanos e da máscara de jade, juntamente com outras oferendas funerárias, destacando a eficácia da tecnologia moderna na arqueologia.

Máscaras de jade como a encontrada em Chochkitam são artefatos culturais significativos que oferecem insights sobre as crenças e práticas religiosas dos maias. Elas simbolizavam a conexão dos vivos com os deuses e os ancestrais, desempenhando um papel central nos rituais e cerimônias funerárias.

A descoberta da máscara de jade em Chochkitam não é apenas um marco arqueológico, mas também um testemunho da sofisticação e profundidade da civilização maia. Este achado destaca a importância de Chochkitam como um centro político e cultural durante o período clássico maia e oferece uma nova perspectiva sobre as práticas funerárias e artísticas desta civilização antiga.

À medida que os arqueólogos continuam a desvendar os segredos de Chochkitam, esperamos aprender mais sobre a vida, a morte e as crenças espirituais do povo maia, enriquecendo nosso entendimento de uma das culturas mais fascinantes da história humana.

Veja alguns textos que podem te interessar?

...