Hieróglifos pintados descobertos em túnel revela primeiras civilizações da Anatólia

Em agosto de 2022, uma descoberta surpreendente no Túnel de Yerkapı, em Hattusa, capital do Império Hitita, agitou a comunidade arqueológica internacional. Hieróglifos pintados, encontrados ao longo de um túnel de 80 metros, foram apresentados em uma conferência na Consultoria de Cultura e Promoção da Embaixada da Turquia em Roma. Esta revelação não só ilumina um novo capítulo na história dos Hititas como também desafia o entendimento anterior sobre o uso de escrita na Anatólia.

Em uma exploração meticulosa conduzida por especialistas turcos, alemães e italianos, a equipe liderada pelo Prof. Dr. Andreas Schachner, do Instituto Arqueológico Alemão e chefe das escavações de Hattusa, deu de cara com um fenômeno até então não documentado: hieróglifos pintados. Até o momento desta descoberta, a maior parte dos estudos sobre a escrita Hitita concentrava-se nos textos cuneiformes, deixando os hieróglifos públicos em segundo plano.

Segundo o Prof. Schachner, a presença de 250 hieróglifos pintados abre uma nova perspectiva sobre o uso da escrita na cultura Hitita. Diferentemente dos hieróglifos comumente gravados em pedra ou impressos em argila, estes símbolos foram artisticamente aplicados com tinta, sugerindo uma dimensão estética e funcional até então desconhecida.

Além do impacto visual, a descoberta indica que os Hititas utilizavam simultaneamente múltiplos sistemas de escrita. O Prof. Schachner destaca que este sistema hieroglífico, característico da Anatólia, corria paralelo ao uso do cuneiforme, demonstrando uma complexidade linguística e cultural significativa.

As investigações em Hattusa não param por aí. Com uma compreensão preliminar do conteúdo dos hieróglifos, a equipe agora se dedica a decifrar seu significado mais profundo e o impacto dessas inscrições no contexto urbano e histórico da cidade. A cada ano, novas escavações oferecem a possibilidade de mais descobertas, mantendo acesa a chama da pesquisa arqueológica na região.

A descoberta dos hieróglifos pintados no Túnel de Yerkapí é mais do que uma mera curiosidade arqueológica; ela redefine o entendimento do legado escrito dos Hititas e reforça a importância de Hattusa como um centro de inovação cultural na Anatólia antiga. À medida que especialistas continuam a explorar e interpretar esses achados, espera-se que novas luzes sejam lançadas sobre os enigmas de uma das civilizações mais intrigantes do mundo antigo.

Veja alguns textos que podem te interessar?

Incrível tesouro com muito ouro encontrado em tumba

Ruínas majestosas de uma cidade pré-histórica nas selvas brasileiras

...