Tragédia sem precedentes no Rio Grande do Sul fica pior a cada hora

O Brasil acompanha alarmado a situação do estado do O Rio Grande do Sul que está sob o impacto devastador das piores chuvas registradas em décadas. No ano de 2023, as chuvas afetaram milhares de pessoas, naquele ano, uma das maiores do século. Agora, em 2024, a tragédia é muito maior e sem precedentes, podendo causar danos incalculáveis.

Desde o início da semana, temporais incessantes têm causado destruição por todo o estado, levando o governo a atualizar, nesta sexta-feira, os alarmantes números da catástrofe. Com dados divulgados às 14:00 desta sexta-feira, 03, a situação é a seguinte: 37 mortos, 74 feridos, e outras 74 pessoas desaparecidas.

O número de afetados é estarrecedor, com mais de 351 mil pessoas impactadas, entre desalojados e abrigados. Este número tendo a crescer a cada hora, com a situação ficando pior em diversos locais, especialmente na capital do Estado, Porto Alegre, onde concentra maior índice populacional.

O levantamento realizado pelo governo do estado detalha que as chuvas afetaram 235 municípios, cada um com seu próprio conjunto de desafios e perdas. Entre as cidades mais atingidas estão Gramado e Santa Cruz do Sul, cada uma contabilizando 4 mortes. Cidades como Taquara e Três Coroas, com 3 mortes cada, mostram a severidade do impacto em comunidades menores.

rio grande do sul 2

Equipes de resgate estão enfrentando enormes dificuldades para acessar áreas isoladas. Com mais de 100 trechos de rodovias bloqueados, o socorro está sendo feito por meios alternativos como barcos e helicópteros. A situação é tão grave que pontes sobre o Rio Guaíba foram interditadas, com acesso restrito a serviços de emergência, mostrando o nível crítico da infraestrutura afetada.

Algumas cidades do Rio Grande do Sul vive um cenário de guerra, com cidades completamente isoladas, sem acesso por terra e nem por ar, considerando as rodovias foram destruídas e as chuvas não permitem a aproximação de aeronaves, como helicópteros.

Nestas cidades, muitas famílias estão em situação desesperadora, tendo as equipes de socorro trabalhado dia e noite resgatando pessoas que estão isoladas no telhado de suas casas.

As chuvas estão incessantes, fazendo a situação piorar a cada hora. A cada minuto, vídeos e imagens transmitidas pelas redes sociais ganhar repercussão tanto no Brasil como exterior, mostrando as dimensões da tragédia.

rio grande do sul 1

Diversos influencers digitais estão trabalhando campanhas de arrecadação, como, por exemplo, o humorista natural de Erechim, Badin, que até meio dia desta sexta-feira já tinha arrecadado quase R$ 3 milhões.

Outras campanhas oficiais estão em andamento, como a que foi divulgada pelo próprio governador Eduardo Leite, o qual divulgou um pix oficial da Campanha SOS Rio Grande do Sul: PIX: CNPJ: 92.958.800/0001-38.

A imprensa está atualizando a cada momento a situação das chuvas no estado do Rio Grande do Sul.

O presidente Lula desembarcou no Rio Grande do Sul na tarde desta sexta-feira, onde foi recebido pelo governador Eduardo Leite.

Outro estados também tiveram problemas com alta densidade de chuvas, nesta sexta-feira. Santa Catarina registrou nos municípios de Ponte Serrada e Passos Maia, um forte tornado que destruiu inúmeros imóveis e espaços públicos, causando, também, diversos prejuízos na agricultura.

No Paraná, alguns municípios localizados na divisa com SC, também registraram prejuízos devido ao grande volume de chuvas e ventos fortes.

...