Tesouro de arte rupestre com 7 mil anos é revelada na Arábia Saudita

A Área Cultural Hima, situada na província de Najran, no sudoeste da Arábia Saudita, é um verdadeiro tesouro de pinturas rupestres, inscrições e sítios arqueológicos. Esta região, com mais de 7.000 anos de história humana, oferece uma fascinante visão das antigas culturas nômades e suas interações com o ambiente natural.

Em 2021, a Área Cultural Hima foi reconhecida como Patrimônio Mundial da UNESCO, destacando sua importância global e seu papel fundamental na compreensão da história e da cultura da região.

Os arqueólogos descobriram a Área Cultural Hima há relativamente pouco tempo, revelando milhares de pinturas rupestres e inscrições que remontam aos tempos pré-históricos até o início do período islâmico. Estas obras são atribuídas aos ancestrais do povo árabe e testemunham a passagem de diversas culturas pela região ao longo dos milênios.

A Área Cultural Hima não era apenas um centro de expressão artística, mas também desempenhava um papel crucial como ponto de encontro de comércio, cultura e religião. Sua localização estratégica e a presença de fontes de água a tornavam um ponto de parada vital para caravanas e comunidades pastoris que percorriam a Rota do Incenso.

A região abriga uma grande variedade de pinturas rupestres e inscrições, retratando cenas de caça, vida selvagem e vida cotidiana. Essas obras proporcionam uma visão única do passado, gravadas no arenito macio que preservou essas mensagens antigas ao longo dos séculos.

Os poços de Hima, um antigo sistema de abastecimento de água, são testemunhos da engenhosidade dos antigos habitantes. Escavados na rocha para acessar águas subterrâneas, esses poços eram essenciais para a sobrevivência das caravanas que percorriam a Rota do Incenso.

As inscrições e pinturas rupestres têm suscitado várias teorias sobre seu propósito, que variam desde formas de comunicação entre tribos nômades até significados religiosos ou cerimoniais. A natureza abstrata de algumas imagens tem desafiado os estudiosos, levando a interpretações diversas e debates acadêmicos.

A datação das obras tem sido complexa, mas os especialistas têm utilizado métodos de datação relativa e comparativa para estabelecer uma linha do tempo para a ocupação e uso da área ao longo dos séculos.

Área Cultural Hima é muito mais do que um conjunto de pinturas rupestres e inscrições antigas; é um testemunho da rica história e cultura da Arábia Saudita.

À medida que os estudiosos continuam a explorar e interpretar este tesouro arqueológico, esperam desvendar mais segredos sobre as antigas civilizações que deixaram sua marca nesta região única.

Veja alguns textos que podem te interessar?

As ruas antigas que se iluminam por conta própria

O mundo antigo descoberto na selva amazônica

...