SC participa projeto de saúde mental para profissionais da Segurança Pública

Em Brasília, o secretário-adjunto que responde pela Secretaria de Estado da Segurança Pública de Santa Catarina (SSP-SC), coronel Flávio Graff, acompanhou nesta ultima terça-feira, 28, o lançamento do projeto Escuta Susp (Sistema Único de Segurança Pública) voltado à saúde dos profissionais da Segurança Pública.

Por meio da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), o Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) elaborou a iniciativa para fornecer assistência psicológica especializada aos profissionais das polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros e de institutos oficiais de perícia criminal.

Também em Brasília, novas regras e diretrizes do Fundo Nacional de Segurança Pública foram apresentadas aos secretários estaduais da Segurança Pública pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Lewandowski.

Santa Catarina está executando projetos para o Fundo Nacional de Segurança Pública, seguindo diretrizes do governador Jorginho Mello de manter e melhorar ainda mais as condições do Estado catarinense, que é apontado como o mais seguro do Brasil.

De acordo com o secretário Flávio Graff, o cuidado com as pessoas, a valorização dos profissionais da segurança pública e os investimentos em equipamentos para as forças de Segurança são prioridades do governador Jorginho Mello.

“Estamos buscando transformar esses recursos em equipamentos e viaturas, armamentos, munições, para que os policiais militares, policiais civis e policiais científicos e o Corpo de Bombeiros Militar possam ter uma condição melhor para estar garantindo a ordem e a segurança pública no nosso Estado”, reforçou o secretário.

Também nesta terça-feira, o MJSP lançou novas diretrizes sobre a utilização de câmeras corporais por órgãos de segurança pública do País.

Segundo divulgou o Ministério da Justiça e Segurança Pública, neste primeiro momento, agenda do projeto Escuta Susp para atendimento psicológico on-line aos profissionais da Segurança Pública será aberta no Distrito Federal e nos estados de Minas Gerais, Sergipe e Rio Grande do Norte.

Ainda, de acordo com o MJSP, nos demais estados da federação as consultas vão começar em janeiro de 2025. O Escuta Susp foi elaborado em parceria pelo ministério com a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), referência em prevenção ao suicídio.

...