Quantas cidades existiam no mundo há 10 mil anos?

Há 10 mil anos, durante o período Neolítico, a humanidade estava passando por transformações significativas. Nesse momento crucial da história, a transição da vida nômade para uma existência mais sedentária e agrícola começou a moldar a organização social e a forma como os humanos habitavam o mundo. Embora as cidades propriamente ditas, como as conhecemos hoje, ainda não existissem, já havia assentamentos humanos dispersos em várias regiões do globo. Um desses povoados, acredita-se, seja Jericó, na Palestina.

Jericó

Jericó é uma antiga cidade localizada na Cisjordânia, Palestina. É conhecida como uma das cidades mais antigas continuamente habitadas do mundo, remontando a cerca de 10.000 anos atrás.

A história de Jericó remonta ao período Neolítico, quando a cidade começou a se desenvolver como uma comunidade agrícola. Acredita-se que a cidade tenha sido uma das primeiras a cultivar culturas como trigo e cevada, e também a utilizar sistemas de irrigação para sustentar a agricultura.

Ao longo dos séculos, Jericó foi habitada por várias civilizações e povos, incluindo cananeus, egípcios, israelitas, babilônios, persas, gregos, romanos, bizantinos e islâmicos. A cidade foi mencionada em diversos textos religiosos, como a Bíblia e o Alcorão, o que contribuiu para a sua importância religiosa e simbólica.

Pequenos assentamentos

Durante o período Neolítico, os assentamentos humanos eram geralmente pequenos e compostos por grupos de pessoas que viviam em comunidades agrícolas ou caçadoras-coletoras. Essas comunidades formavam-se em torno de atividades agrícolas, como o cultivo de plantas e a criação de animais, ou em torno da caça e coleta de recursos naturais.

Esses assentamentos eram compostos por algumas dezenas a algumas centenas de indivíduos e estavam dispersos geograficamente. Eles geralmente ocupavam áreas rurais e eram adaptados às características específicas do ambiente em que viviam, como a disponibilidade de recursos naturais, a topografia e o clima.

O surgimento das primeiras cidades

A formação de grandes cidades e a urbanização em larga escala ocorreram mais tarde, com o desenvolvimento da civilização humana. À medida que as sociedades progrediam, avanços tecnológicos, econômicos e sociais criaram condições favoráveis para o crescimento urbano.

A agricultura desempenhou um papel fundamental nesse processo. O domínio da agricultura permitiu o aumento da produção de alimentos, o excedente agrícola e a divisão do trabalho. Com isso, surgiram especializações profissionais, como artesãos, comerciantes e governantes, que impulsionaram o desenvolvimento econômico e social.

Conforme as cidades cresciam, surgiram estruturas políticas e sociais mais complexas. O comércio se expandiu, levando ao surgimento de rotas comerciais e ao intercâmbio de bens e ideias entre diferentes comunidades. A urbanização trouxe consigo a necessidade de infraestrutura, como sistemas de água, saneamento, transporte e organização administrativa.

Legado Neolítico

Embora seja difícil determinar com precisão o número exato de cidades que existiam há 10 mil anos, é seguro dizer que eram poucas em comparação com as cidades que temos hoje. No entanto, os assentamentos humanos dispersos do período Neolítico lançaram as bases para a formação de sociedades urbanas e o desenvolvimento das cidades ao longo dos milênios subsequentes.

O período Neolítico marcou uma mudança fundamental na forma como os humanos habitavam o mundo. A transição para uma vida sedentária e agrícola permitiu o desenvolvimento de estruturas sociais mais complexas, o crescimento das comunidades e a criação de cidades. A urbanização, que começou de maneira modesta há milhares de anos, tornou-se um fenômeno global que molda a sociedade contemporânea.

O surgimento de assentamentos humanos dispersos que pavimentaram o caminho para a formação de cidades e a urbanização em larga escala. As comunidades agrícolas e caçadoras-coletoras estabeleceram as bases para o desenvolvimento social, econômico e tecnológico que levou à criação das grandes cidades que conhecemos hoje. Ao olhar para o passado, podemos compreender melhor como a urbanização se desenvolveu ao longo dos milênios e como ela continua a moldar nossa sociedade moderna.

...