Censo 2022 revela as 10 menores cidades de Santa Catarina

Em Santa Catarina, um estado conhecido por sua diversidade cultural e belezas naturais, também é possível encontrar pequenas comunidades que compõem a riqueza do panorama catarinense.

Convidamos você leitor a visitar as 10 cidades catarinenses que se destacam por terem menos de 2 mil habitantes, oferecendo um olhar peculiar sobre esses locais singulares.


1. Santiago do Sul – 1.651 Habitantes

Liderando a lista das cidades menos populosas de Santa Catarina está Santiago do Sul, com seus 1.651 habitantes. Localizada na Micro região Oeste do estado, Santiago do Sul tem uma história marcante desde sua emancipação oficial em 16 de abril de 1994.

Santa Catarina


2. Barra Bonita – 1.668 Habitantes

A segunda cidade menos populosa do estado é Barra Bonita, com seus 1.668 habitantes. Situada no Extremo-Oeste, na microrregião de São Miguel do Oeste, Barra Bonita foi fundada em 29 de dezembro de 1995, adicionando mais uma página à história catarinense.

Santa Catarina


3. Presidente Castello Branco – 1.689 Habitantes

Presidente Castello Branco abriga 1.689 habitantes e está situada no oeste catarinense. Emancipado em 11 de novembro de 1963 e instalado em 4 de fevereiro de 1964, o município celebra sua história político-administrativa com orgulho.

Santa Catarina


4. Lajeado Grande – 1.702 Habitantes

Com uma população de 1.702 habitantes, Lajeado Grande encontra-se na microrregião do Alto Irani, no Oeste de Santa Catarina. Sua instalação após a emancipação política ocorreu em 1º de janeiro de 1993.

Santa Catarina
Imagem: Portal de Turismo


5. Jardinópolis – 1.776 Habitantes

Jardinópolis, com seus 1.776 habitantes, está situada no Oeste catarinense, aproximadamente a 72 km de Chapecó e a 605 km da capital Florianópolis. A cidade foi oficialmente criada em 20 de março de 1992, marcando um novo capítulo em sua história.

Santa Catarina
Imagem: Município de Jardinópolis

6. Macieira – 1.778 Habitantes.

Com uma população de 1.778 habitantes, encontra-se na Microrregião do Meio Oeste Catarinense. Sua emancipação, fruto de um plebiscito realizado em 30 de março de 1992, simboliza o desejo da comunidade em ter sua própria identidade municipal.

Santa Catarina
Imagem: Portal Santa Catarina Turismo

Leia também: As 7 praias mais limpas de Santa Catarina


7. São Miguel da Boa Vista – 1.781 Habitantes

São Miguel da Boa Vista, com seus 1.781 habitantes, está localizada no Extremo-Oeste, na microrregião de Maravilha. Fundada em 1992, a cidade possui uma história vibrante que contribui para a riqueza cultural do estado.

Santa Catarina
Imagem: Prefeitura de São Miguel da Boa Vista


8. Flor do Sertão – 1.783 Habitantes

A cidade de Flor do Sertão, com 1.783 habitantes, encontra-se na região Oeste de Santa Catarina. Sua emancipação política, ocorrida em 29 de setembro de 1995, é um marco na jornada histórica do município.

Santa Catarina
Imagem: Prefeitura de Flor do Sertão


9. Alto Bela Vista – 1.856 Habitantes

Alto Bela Vista, com seus 1.856 habitantes, está localizada no meio oeste catarinense, na região do Alto Uruguai. A cidade alcançou sua emancipação política e elevação à categoria de cidade em 4 de julho de 1995, um momento de grande importância para seus habitantes.

Santa Catarina
Imagem: Facebook Município de Alto Bela vista


10. Paial – 1.927 Habitantes

Por fim, Paial, com uma população de 1.927 habitantes, está situada na Microrregião do Alto Uruguai Catarinense, no Oeste de Santa Catarina. Sua criação como município em 4 de julho de 1995 representa um marco na trajetória histórica da região.

Santa Catarina
Imagem: Rádio Aliança

Santa Catarina

Essas 10 cidades catarinenses, com suas populações modestas, representam uma parte essencial da rica tapeçaria cultural e social de Santa Catarina. Suas histórias únicas e sua contribuição para a diversidade do estado merecem ser reconhecidas e celebradas.

...