Os 3 mistérios do tempo em curiosidades sobre a contagem dos anos

A BBC publicou um artigo muito interessante, que vamos resumir aqui. O tempo é uma das grandes incógnitas da humanidade. Apresentaremos três enigmas fascinantes relacionados à contagem dos anos, acompanhados das respostas explicativas. Além disso, exploraremos curiosidades sobre os calendários utilizados em diferentes culturas ao redor do mundo.

1. A carta impossível

Imagine uma mulher na França, escrevendo uma carta em 8 de novembro de 1582, que é recebida na Inglaterra três dias antes. Como isso é possível?

Resposta: No século XVI, o calendário juliano foi substituído pelo calendário gregoriano, mas sua adoção pelos países europeus foi feita em épocas diferentes. Isso resultou em uma discrepância nos dias entre os países, levando a situações como a descrita no enigma.


2. O mistério dos aniversários desaparecidos

Uma criança nasceu em Roma, na primavera do ano 46 a.C., viveu até os 60 anos, mas nunca celebrou seu aniversário. Por quê?

Resposta: Os romanos utilizavam meses adicionais, chamados de “meses intercalados”, para ajustar o calendário romano de 355 dias ao ano solar. A criança em questão nasceu durante um desses meses adicionais, que nunca mais se repetiu.


3. O estranho envelhecimento do agricultor

Após trabalhar nos campos em 31 de dezembro do ano 800 a.C., um agricultor guarda suas ferramentas e vai dormir. No primeiro dia do Ano Novo, ao recomeçar o trabalho, ele está dois meses mais velho. O que aconteceu?

Resposta: Antes do calendário juliano, o ano em Roma tinha apenas 10 meses, e o período de inverno não era contabilizado. Portanto, não havia o conceito de “meses” durante o inverno, resultando no estranho envelhecimento do agricultor.


Curiosidades sobre os calendários mundiais

Os enigmas do tempo nos lembram da complexidade dos calendários ao redor do mundo. Em 2024, enquanto grande parte do mundo usa o calendário gregoriano, algumas culturas seguem seus próprios sistemas de contagem dos anos.

Por exemplo, em Mianmar, estamos no ano 1385, enquanto na Tailândia, é o ano 2567. Os marroquinos rezam em 1445 e cultivam a terra em 2973, segundo o calendário berbere. Já na Etiópia, estamos em 2016, com um ano de 13 meses que inclui um mês adicional chamado Pagumē.

Além disso, na Coreia do Sul, o dia de Ano Novo é considerado o aniversário de todas as pessoas. Os sul-coreanos tradicionalmente nascem com um ano de idade e, a partir daí, têm duas ou três idades oficiais. Esse exemplo demonstra como diferentes culturas interpretam e contam o tempo de maneiras diversas.

Conclusão

Os enigmas do tempo nos convidam a refletir sobre a complexidade da contagem dos anos e dos calendários ao redor do mundo. Embora o calendário gregoriano seja amplamente adotado, diversas culturas mantêm seus próprios sistemas de contagem do tempo, refletindo a riqueza da diversidade humana. Ao explorar esses enigmas e curiosidades, somos lembrados da constante evolução da cultura e da história em relação à passagem do tempo.

As ruas antigas que se iluminam por conta própria

O mundo antigo descoberto na selva amazônica

...