Os 10 livros de crime e mistério mais vendidos em todos os tempos

O gênero de crime e mistério tem cativado leitores ao longo das décadas, proporcionando narrativas envolventes repletas de suspense, reviravoltas inesperadas e personagens memoráveis.

As obras mais notáveis desse gênero conseguem prender a atenção do leitor desde a primeira página até o desfecho emocionante.

Não é a toa que muitos dos livros do gênero se transformam em filmes de sucesso. Os autores utilizam-se de técnicas avançadas para capturar a atenção do leitor, como ter um ritmo acelerado dos acontecimentos e sempre amarar o final de um capítulo com um novo mistério, para que o leitor fique hipnotizado pela leitura, página à página.

Este gênero normalmente é o começo de muitos leitores, que antes de adentrar ao mundo dos clássicos da literatura, começam o gosto pela leitura de livros mais fáceis de entender, como a categoria de crime e mistério.

Para muitos leitores, ler um bom livro deste gênero é um prazer para vida inteira, e nunca abandonam esses livros.

Vamos lhe apresentar os dez livros de crime e mistério mais vendidos de todos os tempos, obras que transcenderam gerações e continuam a encantar leitores ao redor do mundo.

misterio 3

“E Não Sobrou Nenhum” de Agatha Christie

Agatha Christie, amplamente conhecida como a “Rainha do Crime”, demonstra sua genialidade em “E Não Sobrou Nenhum” (também conhecido como “O Caso dos Dez Negrinhos”). Publicado em 1939, este romance é considerado o mais vendido no gênero de crime e mistério. A trama envolve dez estranhos, cada um com um segredo mortal, convidados para uma ilha isolada.

Gradualmente, eles começam a morrer conforme os versos de uma rima infantil, levando os sobreviventes a perceber que o assassino está entre eles.

“O Código Da Vinci” de Dan Brown

Lançado em 2003, “O Código Da Vinci” rapidamente se tornou um fenômeno mundial. Escrito por Dan Brown, o livro acompanha o simbologista Robert Langdon e a criptóloga Sophie Neveu enquanto desvendam um mistério envolvendo o Santo Graal, codificado em obras de arte renascentistas.

Com uma trama que entrelaça história, arte e religião, “O Código Da Vinci” conquistou milhões de leitores e gerou intensos debates sobre os temas abordados.

“O Silêncio dos Inocentes” de Thomas Harris

Publicado em 1988, “O Silêncio dos Inocentes” é um dos romances mais icônicos de suspense psicológico. Escrito por Thomas Harris, o livro apresenta o astuto e canibal Dr. Hannibal Lecter e a jovem agente do FBI Clarice Starling.

Juntos, eles tentam capturar um assassino em série conhecido como Buffalo Bill. A narrativa tensa e os personagens inesquecíveis garantiram ao livro um lugar de destaque na literatura de crime e mistério.

“O Assassinato no Expresso do Oriente” de Agatha Christie

Mais uma obra-prima de Agatha Christie, “O Assassinato no Expresso do Oriente”, publicado em 1934, continua a ser um dos livros mais amados do gênero. O detetive Hercule Poirot enfrenta um mistério aparentemente insolúvel a bordo do famoso trem, onde um passageiro é assassinado durante uma nevasca.

A genialidade de Christie está em tecer uma trama complexa e engenhosa que mantém os leitores adivinhando até o final.

“Garota Exemplar” de Gillian Flynn

Lançado em 2012, “Garota Exemplar” é um thriller psicológico escrito por Gillian Flynn que se tornou um sucesso imediato. A história gira em torno do desaparecimento de Amy Dunne e das suspeitas que recaem sobre seu marido, Nick.

Repleta de reviravoltas e manipulações, a narrativa explora temas de amor, traição e vingança. O livro foi adaptado para um filme de grande sucesso, aumentando ainda mais sua popularidade.

“O Colecionador de Ossos” de Jeffery Deaver

Publicado em 1997, “O Colecionador de Ossos” é um suspense eletrizante de Jeffery Deaver. O livro introduz o criminologista tetraplégico Lincoln Rhyme e a detetive Amelia Sachs, que trabalham juntos para capturar um assassino em série que deixa pistas macabras em seus crimes.

A combinação de suspense psicológico e ciência forense faz deste livro uma leitura envolvente e inesquecível.

“O Nome da Rosa” de Umberto Eco

“O Nome da Rosa”, escrito por Umberto Eco e publicado em 1980, é um romance histórico de mistério ambientado em um mosteiro beneditino na Idade Média. O frade franciscano William de Baskerville e seu noviço Adso tentam resolver uma série de assassinatos misteriosos.

Eco combina erudição histórica com uma trama envolvente, resultando em um livro que é tanto uma meditação sobre a fé e o conhecimento quanto um emocionante mistério.

“O Estranho Caso de Dr. Jekyll e Mr. Hyde” de Robert Louis Stevenson

Publicado em 1886, “O Estranho Caso de Dr. Jekyll e Mr. Hyde” é uma das obras mais influentes do gênero de mistério e suspense. Robert Louis Stevenson narra a história do respeitável Dr. Jekyll, que cria uma poção que o transforma no malévolo Mr. Hyde.

Este conto sombrio explora a dualidade da natureza humana e permanece relevante até os dias atuais.

“Sherlock Holmes: O Cão dos Baskervilles” de Arthur Conan Doyle

“Os Cães dos Baskervilles” é um dos casos mais famosos do detetive Sherlock Holmes, criado por Arthur Conan Doyle. Publicado em 1902, o livro envolve a investigação de uma lenda sinistra e uma série de mortes misteriosas na charneca inglesa.

A inteligência e o método dedutivo de Holmes, combinados com o ambiente gótico, fazem deste livro um clássico eterno.

“A Garota no Trem” de Paula Hawkins

Lançado em 2015, “A Garota no Trem” é um thriller psicológico de Paula Hawkins que rapidamente se tornou um best-seller internacional. A história segue Rachel, uma mulher com uma vida problemática que, durante suas viagens diárias de trem, observa a vida aparentemente perfeita de um casal.

Quando a mulher do casal desaparece, Rachel se envolve no mistério, descobrindo verdades perturbadoras sobre si mesma e os envolvidos. O livro aborda temas de memória, identidade e percepção, criando um suspense irresistível.

Ao longo deste artigo, exploramos algumas das mais influentes e populares obras do gênero de crime e mistério, cujas tramas intrincadas e personagens memoráveis continuam a fascinar leitores ao redor do mundo. Desde os clássicos imortais de Agatha Christie e Arthur Conan Doyle até os fenômenos contemporâneos de Gillian Flynn e Paula Hawkins, cada livro destacado não apenas cativa pela narrativa envolvente, mas também pela capacidade de desafiar e surpreender o leitor com reviravoltas engenhosas e enigmas complexos.

Esses livros demonstram a duradoura atração do gênero, que oferece uma combinação única de suspense, investigação e introspecção sobre a natureza humana. Seja através das deduções meticulosas de um detetive icônico ou das profundezas psicológicas de personagens moralmente ambíguos, o crime e mistério continuam a explorar os limites da ficção, ao mesmo tempo em que refletem aspectos universais da condição humana.

Ao encerrar nossa análise, fica evidente que o apelo dessas obras reside não apenas na habilidade dos autores em criar tramas fascinantes, mas também na profundidade com que exploram temas como a justiça, a verdade e a dualidade moral. É essa mistura de entretenimento e reflexão que garante a esses livros um lugar permanente no cânone literário e no coração dos leitores, reafirmando a relevância e a vitalidade do gênero de crime e mistério no panorama literário mundial.



...