Onde e Quando Assistir ao “Anel de Fogo” este Ano

Este ano será marcado por eventos celestes espetaculares, incluindo eclipses solares e lunares. Após um eclipse lunar em março e um eclipse solar total em abril, o próximo grande evento será um eclipse solar anular, conhecido popularmente como “Anel de Fogo”. Marcado para o dia 2 de outubro, esse fenômeno poderá ser observado em partes da América do Sul, oferecendo uma visão rara e deslumbrante para os entusiastas. Neste artigo, você vai descobrir o que é um eclipse solar anular, onde e quando assistir ao “Anel de Fogo”, além de dicas para aproveitar ao máximo esse espetáculo natural.

O que é um Eclipse Solar Anular?

Um eclipse solar ocorre quando a Lua se posiciona entre a Terra e o Sol, projetando uma sombra na superfície terrestre e bloqueando total ou parcialmente a luz solar. Existem três tipos principais de eclipses solares:

  1. Parcial: Apenas parte do Sol é coberta pela Lua, resultando em uma pequena redução na luminosidade.
  2. Total: A Lua bloqueia completamente a luz do Sol, mergulhando a região sob a sombra na escuridão total.
  3. Anular: A Lua está mais distante da Terra (em apogeu) e, por isso, sua circunferência aparente é menor que a do Sol. Nesse caso, a Lua não cobre o Sol totalmente, formando um círculo brilhante ao redor conhecido como “Anel de Fogo”.

Além desses três tipos, há um quarto tipo, mais raro, chamado de eclipse solar híbrido, que combina características de todos os outros.

Por Que a Lua Nem Sempre Bloqueia Todo o Sol?

Anel de fogo

A distância entre a Lua e a Terra varia ao longo de sua órbita elíptica. Quando a Lua está mais próxima da Terra, no perigeu, ela pode cobrir totalmente o Sol, causando um eclipse total. No entanto, quando está no apogeu, a Lua aparece menor no céu e não consegue cobrir todo o disco solar, resultando no “Anel de Fogo”. Esta diferença de tamanho é o que dá origem ao fenômeno do eclipse anular.

Onde e Quando Assistir ao “Anel de Fogo” este Ano

O eclipse solar anular deste ano será visível ao longo de um amplo caminho que se estende pelo Oceano Pacífico e pelo sul da América do Sul. A trilha do eclipse começa ao sul do Havaí e segue até o norte da Geórgia do Sul, no Oceano Atlântico Sul.

Os melhores locais para observar o “Anel de Fogo” incluem:

  • Rapa Nui (Ilha de Páscoa)
    Esta ilha vulcânica remota, famosa por suas estátuas de moais, está dentro do caminho do eclipse. O “Anel de Fogo” será visível nesta ilha no meio do Pacífico Sul. Milhares de turistas são esperados para assistir ao fenômeno e explorar as misteriosas figuras esculpidas em pedra.
Anel de fogo
  • Chile
    As cidades de Cochrane e Chile Chico, perto da fronteira com a Argentina, estão no caminho do eclipse. Cochrane está próxima à linha central, oferecendo uma visão excepcional do evento. Por sua vez, Chile Chico, mais ao norte, é ideal para quem deseja ver as “contas de Baily”, que são os últimos raios de luz do Sol visíveis através dos vales e crateras da Lua.
Anel de Fogo- Chile
  • Argentina
    O Parque Nacional Perito Moreno é um local ideal para observar o fenômeno em meio à natureza selvagem da Patagônia. Para condições climáticas mais favoráveis, as cidades de Puerto Deseado e Puerto San Julián, na província de Santa Cruz, oferecem as maiores chances de céu limpo.
Anel de fogo- Parque Nacional Perito Moreno

Cuidados ao Assistir ao Eclipse

Assistir a um eclipse solar pode ser uma experiência incrível, mas é essencial tomar precauções para proteger a visão:

  1. Óculos de Proteção
    Use óculos especiais para observar eclipses, que bloqueiam a luz ultravioleta e infravermelha. Óculos comuns ou óculos escuros não oferecem proteção suficiente.
  2. Filtros para Binóculos e Telescópios
    Se for usar binóculos ou telescópios, instale filtros solares aprovados na frente das lentes.
  3. Projeção Indireta
    Outra opção é criar uma projeção indireta da imagem do Sol usando uma caixa de papelão ou uma folha de papel perfurada.

Próximos Eclipses na América do Sul
Embora eclipses solares sejam eventos raros, a América do Sul terá outras oportunidades de presenciar fenômenos similares nos próximos anos:

  • 2024
    Em outubro de 2024, haverá outro eclipse solar anular visível em partes do sul da América do Sul.
  • 2027
    Em 6 de fevereiro de 2027, um “Anel de Fogo” de quase 8 minutos será novamente visível no Chile e na Argentina, com um caminho que inclui algumas das mesmas áreas do eclipse de 2024.

Conclusão
O eclipse solar anular de 2024 é uma oportunidade única para testemunhar o “Anel de Fogo” em toda a sua glória. Seja nas paisagens selvagens do Parque Nacional Perito Moreno, nos misteriosos moais de Rapa Nui, ou nas cidades do Chile, o espetáculo promete encantar a todos que o presenciarem. Prepare seus óculos de proteção, escolha seu local preferido e esteja pronto para se maravilhar com este incrível fenômeno celeste!

https://www.nasa.gov
...