Nasa encontra uma pedra estranha no solo de Marte

Marte, o Planeta Vermelho, tem sido alvo de nossa curiosidade e estudo intenso por décadas. Com suas dunas, vales e formações rochosas peculiares, o planeta continua a cativar e intrigar cientistas e entusiastas espaciais.

Em uma descoberta recente, uma formação rochosa singular chama atenção e aguça a curiosidade daqueles que buscam compreender mais sobre este intrigante mundo extraterrestre.

O Sombrero de Marte

No sol 907, a Mastcam-Z da NASA registrou uma imagem que roubou a cena. Uma rocha, agora carinhosamente apelidada de “rocha Sombrero”, mas conhecida oficialmente como Middle Mountain, destaca-se em meio à paisagem marciana. Seu formato, reminiscente de um chapéu sombrero, foi suficiente para despertar o interesse estético e científico da equipe de pesquisa.

A formação e suas possíveis causas

Existem diversas teorias que buscam explicar a peculiaridade desta formação. Uma hipótese prevalente é o fenômeno do “endurecimento da caixa”. Esse processo ocorre quando a camada externa de uma rocha exposta ao ambiente endurece, seja pelo intemperismo químico ou pelo desenvolvimento de uma casca. Como consequência, o interior da rocha pode ser erodido com mais facilidade, resultando em formas oca e singulares como a da rocha Sombrero. A presença desse fenômeno pode indicar interações prévias com água, levantando questões sobre o clima passado de Marte e a existência de águas superficiais.

Outras observações semelhantes

Não é a primeira vez que rochas de aparência oca chamam a atenção na missão. Outras formações semelhantes foram avistadas nos sol’s 865 e 836. Cada uma dessas descobertas adiciona mais uma peça ao complexo quebra-cabeça marciano, incentivando os cientistas a aprofundarem seus estudos.

Avaliação detalhada da rocha Sombrero

A NASA não perdeu tempo e logo direcionou seus recursos tecnológicos para estudar a Middle Mountain. Observações de espectroscopia realizadas pelo SuperCam (LIBS) e análises multiespectrais da Mastcam-Z foram conduzidas. A ideia é avaliar a composição da rocha e entender possíveis diferenças entre seu núcleo e a borda externa. Essas informações podem ser cruciais para decifrar os processos geológicos que moldaram essa formação.

PEDRA MARTE

A cratera Jezero em Marte é um baú de tesouros geológicos, e a descoberta da “rocha Sombrero” é mais uma prova disso. Essa formação, além de fascinar pela sua estética peculiar, carrega em si importantes pistas sobre a história geológica e climática do Planeta Vermelho. À medida que a NASA explora e estuda Marte, cada descoberta nos leva um passo mais perto de entender a complexa tapeçaria da história marciana. E quem sabe o que mais Marte tem a nos revelar no futuro?

Fonte: NASA

...