Mapa revela áreas de Santa Catarina susceptíveis a ficarem submersas até 2030

Fonte: NSC total

O aumento do nível do mar devido às mudanças climáticas representa uma ameaça iminente para muitas regiões costeiras ao redor do mundo. Santa Catarina, um estado costeiro no sul do Brasil, não está imune a esse perigo. A Climate Central, uma organização dedicada à análise dos efeitos das mudanças climáticas, desenvolveu um mapa que identifica as áreas suscetíveis a ficarem submersas até 2030. Essas projeções alertam para a urgência de ações mitigadoras e adaptativas para proteger comunidades vulneráveis.

Áreas de Santa Catarina Vulneráveis à Inundação

As projeções da Climate Central destacam áreas específicas de Santa Catarina que enfrentam o risco iminente de inundação devido ao aumento do nível do mar. O mapa oferece uma visão detalhada das regiões costeiras que podem ser afetadas até 2030, alertando autoridades e comunidades para a necessidade de planejamento e ações preventivas.

Importância da Análise Local

Embora o mapa da Climate Central forneça uma visão geral dos riscos de inundação, é crucial que os governos locais conduzam suas próprias análises e modelos de previsão de mudanças climáticas. Cada região possui características geográficas e topográficas únicas, que influenciam os padrões de inundação e os impactos potenciais. Portanto, análises locais mais precisas são essenciais para orientar políticas e medidas de adaptação..

year 2030 return level 1 ssp3rcp70 p50 contiguous ipcc 2021 med
Créditos: Climate Central

Impacto do Derretimento das Geleiras

O derretimento acelerado das geleiras, especialmente na Groenlândia e na Antártida, contribui significativamente para o aumento do nível do mar em todo o mundo. O ritmo desse derretimento é um fator crucial na previsão das futuras inundações costeiras. Os resultados do derretimento das geleiras, especialmente durante os verões, fornecem insights valiosos sobre os cenários de inundação e os desafios enfrentados pelas comunidades costeiras.

O mapa desenvolvido pela Climate Central destaca a urgência das mudanças climáticas e os impactos iminentes do aumento do nível do mar em regiões costeiras, incluindo áreas de Santa Catarina. A necessidade de medidas preventivas e adaptativas é evidente, e os dados fornecidos pelo mapa são ferramentas essenciais para orientar políticas de planejamento urbano, gestão costeira e resiliência comunitária. À medida que enfrentamos os desafios das mudanças climáticas, é imperativo agir com determinação e cooperação para proteger nossas comunidades e nosso planeta para as gerações futuras.

siga google news disparada 1 60
...