INSS garante a continuidade dos benefícios de aposentados e pensionistas sem prova de vida

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) anunciou recentemente uma importante mudança em relação à prova de vida de seus segurados. Segundo informações divulgadas pelo INSS, os beneficiários, incluindo aposentados, pensionistas e aqueles que recebem auxílios de longa duração, não precisarão mais se deslocar até agências bancárias ou unidades da Previdência Social para realizar a prova de vida presencial.

A necessidade de comprovar a vida anualmente é uma exigência importante para a continuidade do recebimento dos benefícios previdenciários. No entanto, muitos segurados se viam obrigados a enfrentar filas e deslocamentos para realizar esse procedimento. Com a nova medida adotada pelo INSS, esse cenário está prestes a mudar.

A procura por atendimento presencial nas agências ocorreu após o envio de comunicados pelo aplicativo “Meu INSS” e pelos bancos para 2,9 milhões de segurados nascidos em janeiro e fevereiro. Esses segurados não tiveram seus dados validados durante o cruzamento de informações, o que gerou a necessidade de confirmação da prova de vida.

O INSS esclarece que os segurados não precisam mais se deslocar até o banco ou agência da Previdência Social. Em vez disso, o próprio instituto realizará a busca ativa, indo até o endereço cadastrado pelo segurado. Portanto, é fundamental manter os dados atualizados para garantir a efetivação desse processo de forma tranquila.

A convocação para a prova de vida ainda se aplica a mais de 4,3 milhões de beneficiários do INSS. Atualmente, a comprovação de vida é realizada por meio da consulta em bancos de dados, e o número de convocados refere-se àqueles que o instituto não conseguiu localizar nas bases.

Os segurados que receberem a notificação de prova de vida devem procurar o aplicativo “Meu INSS” ou o banco onde recebem o benefício para realizar o procedimento. É importante destacar que, caso a prova de vida não seja efetivada, o pagamento do benefício poderá ser bloqueado. Durante esse período, o segurado pode optar por fazer a prova de vida no aplicativo ou site “Meu INSS”, na rede bancária ou dirigindo-se a uma agência do INSS.

Há várias opções que valem como comprovante de vida, incluindo:

  1. Acesso ao aplicativo Meu INSS ou outros aplicativos com certificação e controle de acesso.
  2. Atendimento em Agência da Previdência Social.
  3. Recebimento de pagamento de benefício com biometria.
  4. Realização de empréstimo consignado com biometria.
  5. Atualizações no Cadastro Único (CadÚnico).

Além disso, os segurados ainda têm a opção de realizar a prova de vida presencialmente, em agências bancárias e unidades do INSS.

Essa mudança representa um avanço significativo no processo de prova de vida para os segurados do INSS, tornando-o mais conveniente e evitando a necessidade de deslocamentos desnecessários. No entanto, é fundamental que os beneficiários estejam atentos às notificações e realizem a comprovação de vida de acordo com as orientações fornecidas pelo INSS, garantindo assim a continuidade do recebimento de seus benefícios previdenciários. Manter os dados atualizados é a chave para uma experiência tranquila nesse processo.

...