Encontrada uma fantástica farmácia da antiguidade com quase 3 mil anos

Em 2021, arqueólogos fizeram uma descoberta significativa na antiga cidade trácia de Heraion Teikhos, localizada na costa norte do Mar de Mármara, na região da Trácia Oriental, Turquia. Eles desenterraram um templo de 2.800 anos repleto de artefatos e vestígios de uma civilização avançada.

A equipe de pesquisadores da Universidade Rumeli de Istambul, liderada por Neşe Atik, tem trabalhado em Heraion Teikhos desde 2000. No templo, que sofreu um incêndio em 2 a.C., encontraram estátuas de divindades como Kybele, Eros e Afrodite, além de moedas de bronze e ânforas.

Recentemente, os arqueólogos revelaram a identificação de um sistema de água dedicado a uma “antiga área de produção farmacêutica” dentro do templo. Esta descoberta é inédita e representa um avanço significativo no entendimento das práticas médicas e farmacológicas da época.

Os trácios, conhecidos por sua rica cultura e habilidades guerreiras, habitaram a área que hoje compreende a Bulgária, Grécia e Turquia. Eles são celebrados por seu trabalho em metal e figuras históricas como Espártaco. Sua influência se estendeu por toda a antiguidade clássica, embora grande parte de sua história permaneça um mistério.

No século VIII a.C., muitas civilizações já possuíam médicos, fitoterapeutas e curandeiros, com práticas médicas frequentemente realizadas em templos. Esta recente descoberta em Heraion Teikhos lança luz sobre essas práticas antigas, mostrando como os trácios integravam a medicina em seu contexto religioso e social.

O projeto de escavação tem como objetivo não apenas proteger o sítio arqueológico para o turismo cultural, mas também apresentar suas descobertas ao mundo científico. A “área de produção farmacêutica” agora se torna o foco principal das investigações.

Os arqueólogos estão decifrando como a água era transportada para o centro médico do templo. Contra a prática comum de cisternas de água em assentamentos no topo das colinas, eles identificaram um sistema de tubos de terracota e canais de pedra que traziam água de uma área arborizada distante. Esta infraestrutura sofisticada sugere um entendimento avançado de engenharia hidráulica.

A proximidade dos fornos medicinais ao sistema de água é uma descoberta cientificamente importante, pois representa a primeira vez que tais elementos foram encontrados juntos. Isso oferece novas perspectivas sobre as práticas médicas e farmacêuticas dos trácios e como eles se integravam à vida cotidiana e religiosa.

A descoberta em Heraion Teikhos é um marco arqueológico que revela aspectos até então desconhecidos da antiga civilização trácia. Ela não apenas enriquece nosso conhecimento sobre essa cultura enigmática, mas também sobre as práticas médicas e farmacêuticas da antiguidade. As pesquisas em andamento prometem desvendar ainda mais segredos deste local histórico e sua influência na região.

...