Dez livros notáveis da literatura mundial que foram escritos em tempo recorde

A inspiração muitas vezes é uma força incontrolável, que agiliza de forma impressionante a concepção de uma obra literária. Enquanto alguns escritores dedicam anos, ou até décadas, à conclusão de suas obras, outros conseguem produzir verdadeiros sucessos de vendas em questão de semanas ou meses. A literatura é um campo vasto e diversificado, onde o processo criativo pode variar enormemente de um autor para outro.

Entretanto, o ato de inscrever é um ato solitário e muitas vezes, o chamado “branco criativo” é um empecilho que os autores mais velozes não encontram problemas. Há quem diga que alguns autores possuem equipes de trabalho, e o ato de escrever um livro é uma linha de produção, algo do tipo industrial. Isto não temos como provar, mas que de fato alguns livros levaram pouco tempo para ficar pronto, isto já foi notícia em outros meios.

Vamos destacar neste artigo alguns livros notáveis que foram escritos em tempo recorde, provando que a qualidade literária e o sucesso comercial não estão necessariamente atrelados à duração do processo de escrita.

Vamos começar com um livro encantador que tem conquistado milhões de leitores mundo afora.

livros escritos mais rapidamente 3

1 – O Menino do Pijama Listrado, de John Boyne

Um dos romances mais aclamados dos últimos tempos, O Menino do Pijama Listrado, de John Boyne, explora a amizade entre dois garotos de lados opostos de uma cerca de concentração durante a Segunda Guerra Mundial. Este livro impressionante foi escrito incrivelmente em apenas dois dias. A rapidez com que Boyne desenvolveu a narrativa não diminuiu sua profundidade emocional ou impacto, pelo contrário, a obra se tornou um best-seller internacional, foi traduzida para várias línguas e adaptada para o cinema. A história, contada com uma inocência pungente, destaca a brutalidade do Holocausto através dos olhos de uma criança, provando que a essência da humanidade pode ser capturada mesmo nos períodos mais concisos de criação literária.

2 – O Médico e o Monstro, de Robert Louis Stevenson

Stevenson concebeu e escreveu esta obra-prima em apenas seis dias. A história, que explora a dualidade da natureza humana, tornou-se um clássico atemporal.

3 – Laranja Mecânica, de Anthony Burgess

A perturbadora história famosa no mundo inteiro de Alex foi escrita em somente três semanas. O romance foi inspirado em um fato real ocorrido em 1944: o estupro, por quatro soldados americanos, da primeira mulher do autor, Lynne. A leitura é difícil, pois Burgess inventou uma linguagem em gírias para ser falada por adolescentes.

4 – Um Estudo em Vermelho, de Arthur Conan Doyle

Esse romance policial também precisou de apenas três semanas para ficar pronto. A obra é famosa por ser o primeiro livro de Sherlock Holmes, detetive mundialmente conhecido na literatura policial. É também, nessa obra, que acontece seu encontro com Dr. Watson, narrador e participante das aventuras do detetive através de um amigo comum.

5 – Um Conto de Natal, de Charles Dickens

O grande romancista levou só seis semanas para terminar esse outro livro fantástico de sua vasta obra. O livro foi escrito em menos de um mês originalmente para pagar dívidas, mas tornou-se um dos maiores clássicos natalinos de todos os tempos e uma das mais célebres obras de Dickens. 

6 – Enquanto Agonizo, de William Faulkner

Seis semanas de trabalho e esse livro foi entregue ao mundo. O genial Faulkner não apenas escreveu um de seus melhores textos em apenas seis semanas, como afirmou que não fez qualquer alteração na obra. Publicado em 1930, Faulkner o escreveu enquanto trabalhava em uma usina, e descreveu-o como um “tour-de-force”.

7 – Cassino Royale, de Ian Fleming

A história eletrizante de James Bond foi escrita em apenas dois meses. Casino Royale é o primeiro livro sobre o agente secreto britânico James Bond, publicado em 1953

8 – Eclipse, de Stephanie Meyer

A história vampiresca foi escrita em três meses, você acredita? Eclipse é o terceiro livro da série Twilight de Stephenie Meyer, precedido por Crepúsculo e Lua Nova. Segundo Meyer, a capa, ilustrada por uma fita vermelha partida, representa a escolha que Bella é obrigada a fazer entre Edward e Jacob, e também a ideia de que pode acabar com sua vida como humana.

9 – O Pequeno Príncipe, de Antoine de Saint-Exupéry

Quem não leu esse livro, deve ler. A maravilhosa fábula do principezinho mais famoso da Literatura foi escrita também em um tempo impressionante de seis meses. Essa novela do aviador francês Antoine de Saint-Exupéry, originalmente publicada em inglês e francês em abril de 1943 nos Estados Unidos, teve como inspiração a Segunda Guerra Mundial, fase em que Saint-Exupéry foi exilado para a América do Norte. 

10 – Grandes Esperanças, de Charles Dickens

Pelo jeito, as dívidas que tanto incomodavam a vida de Dickens, fizeram muito bem para a humanidade. O autor, sob pressão de pagar as contas, escreveu livros maravilhosos, como essa história de Philip Pirrip, o Pip, escrita em apenas oito meses. É dividido em três volumes e foi adaptado para o cinema e para a TV várias vezes.

Estes exemplos ilustram que a rapidez na escrita não necessariamente compromete a profundidade ou o impacto de uma obra literária. Pelo contrário, muitos desses títulos não apenas alcançaram sucesso comercial imediato como também se firmaram como influentes no panorama cultural. A capacidade de escrever rapidamente, aliada a uma forte visão criativa e a uma necessidade urgente de expressão, pode resultar em obras que ressoam profundamente com os leitores.

O sucesso desses livros, escritos em períodos de tempo tão variados quanto dois dias a alguns meses, destaca a diversidade dos processos criativos dos autores. Além disso, mostra que a inspiração, quando vem, pode exigir uma entrega rápida e intensa, resultando em histórias que cativam e emocionam leitores ao redor do mundo.

Estes exemplos servem de inspiração para escritores em todos os estágios de suas carreiras, lembrando que a qualidade de uma obra não é medida pelo tempo gasto em sua criação, mas pela ressonância que ela encontra em seu público.

Esperamos que você tenha gostado deste artigo. Aqui no site do Jornal da Fronteira você encontra muito mais!

...