Descoberta arqueológica muda cronologia das cidades antigas

Arqueólogos israelenses descobriram um antigo portão da cidade que data de cerca de 5.500 anos atrás. A construção foi encontrada em Tell Erani, próximo à Zona Industrial da cidade de Kiryat Gat.

A descoberta é significativa porque sugere que a organização urbana em sociedade pode ter ocorrido antes do que se imaginava. De acordo com os especialistas, o portão e as muralhas que o cercavam foram construídos com um propósito defensivo, o que indica que havia um grupo politicamente organizado e socialmente estruturado na região.

O portão é feito de grandes pedras e tem cerca de 1,5 metros de altura. Ele está localizado entre duas torres, que também são feitas de pedra. As torres estavam ligadas diretamente às muralhas da cidade, que formavam um sistema de defesa.

escrita cuneiform

“Esta é a primeira vez que um portão tão grande, datado do Bronze Inicial IB, foi descoberto. Para construir a porta e os muros da fortificação, foi preciso trazer pedras de longe, fabricar tijolos de barro e construir os muros da fortificação. Isso não foi alcançado por um ou alguns indivíduos. O sistema de fortificação é uma evidência da organização social que representa o início da urbanização”, declarou Emily Bischoff, líder da escavação que realizou a descoberta arqueológica.

A descoberta é um importante marco na compreensão da história da civilização humana. Ela sugere que as primeiras cidades da região surgiram muito antes do que se pensava, cerca de 2 mil anos antes do que era estimado anteriormente.

Ainda segundo os arqueólogos, a magnitude das estruturas construídas indica que havia um grupo politicamente organizado, socialmente estruturado e economicamente desenvolvido. Isso reforça a importância do assentamento construído ali.

O achado arqueológico é mais uma prova de que a região do Oriente Médio foi um berço importante para o desenvolvimento da civilização humana.

A descoberta arqueológica em Israel é um importante passo na compreensão da história da civilização humana. Ela sugere que as primeiras cidades da região surgiram muito antes do que se pensava, cerca de 2 mil anos antes do que era estimado anteriormente.

...