Criaturas gigantes dos oceanos emergem nas ondas de calor

O fenômeno dos pirossomas tem intrigado pesquisadores e banhistas nas praias da costa oeste dos Estados Unidos. Essas criaturas marinhas, que podem alcançar incríveis 18 metros de comprimento, têm sido avistadas em grande quantidade, especialmente durante as ondas de calor nos oceanos. O que são esses seres misteriosos e como eles estão afetando o ecossistema marinho? Vamos explorar mais sobre esses fascinantes animais.

O aparecimento dos pirossomas

Pesquisadores da Universidade do Oregon ficaram perplexos ao descobrir uma proliferação significativa de pirossomas nas praias da região. Durante uma simples amostragem com uma rede, foram encontrados cerca de 60 mil espécimes em apenas cinco minutos. Esse aumento drástico na população de pirossomas é uma ocorrência recente, pois até poucos anos atrás, avistá-los não era comum nessa região de águas temperadas.

O que são pirossomas?

Os pirossomas são organismos marinhos que se apresentam na forma de colônias compostas por milhares ou até milhões de pequenos animais conhecidos como zoóides. Essas colônias podem atingir dimensões impressionantes, chegando a medir até 18 metros de comprimento. Sua aparência peculiar e sua bioluminescência fazem com que sejam popularmente chamados de “picles do mar”.

Características e comportamento dos pirossomas

Esses seres fascinantes são bioluminescentes, emitindo uma luz que pode ser vista a uma distância de até 30 metros. Sua estrutura consiste em uma “túnica gelatinosa” em formato de tubo, fechada em um dos lados, e seu movimento é em grande parte controlado pela correnteza do mar. Os pirossomas se alimentam de plâncton, filtrando-o da água do mar.

oceanos

Impacto das ondas de calor nos oceanos

Os pesquisadores acreditam que as ondas de calor anormais que têm afetado o mar da costa oeste dos Estados Unidos têm desempenhado um papel crucial no aumento da população de pirossomas. Essas condições climáticas excepcionais têm alterado os ecossistemas marinhos locais, criando um ambiente propício para a proliferação desses organismos.


oceanos

As 3 cidades fantasmas mais impressionantes do mundo


Desafios e consequências para o ecossistema

Apesar de servirem como presa para diversos animais marinhos, como baleias, golfinhos e peixes, ainda há muito a ser descoberto sobre o papel dos pirossomas no ecossistema marinho. Lisa Crozier, cientista da NOAA Fisheries e co-autora da pesquisa sobre esses animais, ressalta que os pirossomas consomem animais na base da cadeia alimentar, retendo energia que poderia ser aproveitada por outros predadores.

Conclusão

Os pirossomas continuam a ser um enigma para os cientistas marinhos, e seu surgimento em massa levanta questões importantes sobre a saúde e a dinâmica dos oceanos. O estudo dessas criaturas fascinantes é essencial para compreendermos melhor os impactos das mudanças climáticas e das alterações nos ecossistemas marinhos. À medida que continuamos a explorar e a aprender sobre o mundo subaquático, os pirossomas nos lembram da vasta diversidade e complexidade da vida nos oceanos.

Fonte: Planeta

...