CHUTA! Quantas amantes teve o imperador Dom Pedro I?

Dom Pedro I, o primeiro imperador do Brasil, era conhecido por sua vida amorosa turbulenta. Ele se casou duas vezes, mas teve filhos com pelo menos 20 mulheres diferentes.

Sua primeira esposa, Maria Leopoldina da Áustria, era uma mulher inteligente e educada, mas não era muito atraente. Dom Pedro logo começou a ter casos extraconjugais, e seu casamento acabou em divórcio em 1826.

Sua segunda esposa, Amélia de Leuchtenberg, era uma mulher bonita e gentil, mas seu casamento também não foi feliz. Dom Pedro era um homem infiel e ela era uma mulher insegura. Eles se separaram em 1831.

O primeiro imperador do Brasil, Dom Pedro I, foi um namorador incontrolável, tendo se relacionado com dezenas de mulheres na sua época! E olha só, naquele tempo, não tinha o Tinder! Suas “cavalgadas”, renderam muitos romances.

Entre suas amantes, Dom Pedro teve casos com mulheres de todas as classes sociais. Algumas das mais famosas foram:

  • Domitila de Castro, a Marquesa de Santos, com quem teve sete filhos;
  • Noemi Thierry, uma dançarina francesa;
  • Ana de Jesus Maria, uma escrava africana.

Dom Pedro também foi acusado de ter mantido relações com várias outras mulheres, incluindo freiras e nobres.

A sua vida amorosa conturbada foi um fator importante para a sua queda do poder. Em 1831, ele foi forçado a abdicar do trono em favor de seu filho, Pedro II.

É difícil precisar o número exato de amantes que Dom Pedro I teve. Alguns historiadores estimam que ele teve relações com mais de 40 mulheres. No entanto, é provável que o número real seja maior, pois muitos dos seus casos extraconjugais não foram documentados.

...