Chile já registra 99 mortos com incêndios florestais em larga escala

O Chile está passando por um dos momentos mais sombrios de sua história recente, com uma série de incêndios devastadores que se alastram pelo centro e sul do país. O presidente Gabriel Boric emitiu um alerta preocupante de que o número de vítimas continuará a aumentar nas próximas horas. Neste artigo, exploraremos os detalhes dessa terrível tragédia, os esforços heróicos dos bombeiros e autoridades, bem como as medidas tomadas para lidar com a situação.

O Serviço Nacional de Prevenção e Resposta a Desastres (Senapred) do Chile havia inicialmente reportado 51 óbitos, dos quais 32 foram identificados pelo Serviço Médico Legal (SML) do governo. No entanto, o presidente Boric alertou que, devido às condições da tragédia, esse número aumentará “significativamente” nas próximas horas.

A maior parte dos incêndios se concentra na região costeira de Valparaíso, que abriga quase um milhão de pessoas e é sede do Congresso e de um dos principais portos do país. As chamas avassaladoras ameaçam comunidades inteiras e colocam em risco vidas e propriedades.

A prefeita de Viña del Mar, Macarena Ripamonti, relatou que havia 372 pessoas desaparecidas, embora essa informação precise ser verificada pelas autoridades competentes. Além disso, inúmeras moradias foram danificadas, com 70% delas sendo partes de lotes e 30% habitações. Mais de 1.300 casas foram danificadas, e esse número pode aumentar à medida que as autoridades acessarem áreas de difícil alcance.

Diante da magnitude da tragédia, a solidariedade entre os chilenos tem sido notável. O governo tem estabelecido abrigos para as pessoas afetadas, e até a noite de sábado, cerca de 1.600 pessoas já haviam encontrado refúgio neles. As comunidades locais e a ajuda internacional têm se unido para enfrentar essa crise sem precedentes.

O presidente Gabriel Boric visitou a região afetada e decretou que segunda e terça serão dias de luto nacional em memória das vítimas do incêndio. Ele também decretou estado de emergência para as províncias de Marga Marga e Valparaíso, enquanto um toque de recolher obrigatório foi estabelecido em algumas comunas para facilitar a logística de emergência.

O Chile está enfrentando uma catástrofe que abala a nação, com incêndios destrutivos que ameaçam vidas e propriedades. O presidente Gabriel Boric e as autoridades estão trabalhando incansavelmente para controlar as chamas e fornecer assistência às vítimas. A solidariedade demonstrada pelo povo chileno e a ajuda internacional são uma luz de esperança em meio a essa escuridão. À medida que o Chile se une para enfrentar essa crise, a nação olha para o futuro com a esperança de superar essa tragédia e reconstruir as áreas afetadas.

Informações: CNN Chile e La Nación

Foto: La Nación

...