Cavalgada e Peregrinação à Santa Emília realizam-se na próxima semana

A 16ª Cavalgada e Peregrinação à Santa Emília, que acontecerá nos dias 27 e 28 de abril, promete reunir cavaleiros e devotos em uma jornada de cultura e fé.

O evento que já é tradicional é realizado com a cooperação de da prefeitura municipal, Paróquia Nossa Senhora Aparecida, Capela Santa Catarina e Santa Emília e Capela São José.

A programação da Cavalgada e Peregrinação de Santa Emília começa no sábado, 27, com recepção dos cavaleiros no Rancho Lemes, na linha Campinas, entre 8:00 e 12:00. Ao meio dia, será servido almoço aos cavaleiros. O almoço é por adesão, oferecido pelo Rancho.

Às 15:00, os cavaleiros se mobilizarão junto a Santinha Brasil/Argentina, com saída às 15:30 em desfile pelas ruas da cidade, com objetivo de chamar a atenção da comunidade, deslocando-se até a comunidade do distrito São José.

Às 20:30, realizar-se-á uma missa crioula na capela São José, que um patrimônio histórico do município. Após a missa, será servido jantar aos cavaleiros.

No domingo, ao amanhecer será servido um café da manhã aos cavaleiros na capela São José, partindo dali em direção ao Complexo Turístico Santa Emília. Às 9:00 haverá uma parada na linha Alegria Alta, tendo continuidade até a gruta de Santa Emília onde, às 10:50, será realizada a missa na gruta.

Ao meio dia, será servido um delicioso churrasco no pavilhão do Distrito de Siqueira Bello, que fica anexo à gruta Santa Emília.

O Padre Paulo Britsh, comentou que, dizem as histórias, nos anos de 1930, em Siqueira Bello, um argentino caiu do penhasco e se machucou. Ficou dias sem poder se locomover, ele observou em uma pedra a silhueta de uma mulher, como devoto de Santa Emília, rezou a ela pela sua recuperação.

A 16ª Cavalgada e Peregrinação à Santa Emília, que acontecerá nos dias 27 e 28 de abril, promete reunir cavaleiros e devotos em uma jornada de cultura e fé.

Em poucas horas ele conseguiu se restabelecer e sair do local, onde depois retornou para construir a grutinha de Santa Emília. Com a devoção e fé das pessoas, o local se fixou como a Gruta de Santa Emília.

“No turbulento cenário da França do século XIX, onde as condições de vida para as crianças dos mineiros em pobreza, em situação desoladoras, surge a figura luminosa de Emília de Rodat. Profundamente sensível às necessidades das crianças desamparadas, ela dedicou sua vida a lutar por sua educação e bem-estar. Santa Emília fundou educandários e escolas, oferecendo um refúgio seguro para as crianças vulneráveis, muitas das quais órfãs e sem um lar. Sua preocupação com a formação e a educação dessas crianças foi além das barreiras sociais da época, deixando um legado de amor e compaixão que perdura até os dias de hoje”, comentou o padre, relatando alguns milagres de Santa Emília que foram registrados.

É por este motivo, acrescentou o Padre Paulo que, a cada ano, a comunidade se reúne em uma emocionante cavalgada e peregrinação até o santuário de Santa Emília. Mais do que uma simples manifestação cultural, é um ato de fé e devoção, onde os tradicionalistas se unem aos devotos em uma jornada de gratidão e esperança.

O secretário Geral da prefeitura de Barracão, Carlos Santin, por sua vez, comentou que a Gruta de Santa Emília já se fixou como um local de fé e religiosidade, atraindo pessoas de toda a região.

“Será uma linda festa, com momentos especiais de religiosidade. Queremos convidar a todos para participar da 16ª Cavalgada e Peregrinação à Santa Emília”, comentou ele.

...