Caixa realiza pagamento do Bolsa Família atualizado para beneficiários com NIS terminados em 4

O Bolsa Família recebe uma atualização significativa este mês, com a parcela de fevereiro trazendo boas notícias aos beneficiários. Com um valor mínimo de R$ 600, o programa agora conta com um adicional que eleva o valor médio do benefício para R$ 686,10.

Mais de 21 milhões de famílias serão beneficiadas com um gasto total de R$ 14,45 bilhões, conforme divulgado pelo Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social. Este aumento é uma resposta às necessidades crescentes das famílias brasileiras, especialmente em meio aos desafios econômicos enfrentados no país.

Além do benefício básico, o Bolsa Família também contempla três adicionais importantes. O Benefício Variável Familiar Nutriz destina seis parcelas de R$ 50 a mães de bebês de até 6 meses, garantindo assim a alimentação adequada para as crianças mais novas. Para famílias com gestantes e filhos de 7 a 18 anos, há um adicional de R$ 50, e para aquelas com crianças de até 6 anos, o valor do adicional é de R$ 150. Esses extras são fundamentais para auxiliar nas despesas relacionadas à saúde e alimentação das famílias.

Uma mudança importante no programa é a integração dos dados do Bolsa Família com o Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS). Isso resultou no cancelamento de cerca de 300 mil famílias do programa neste mês, devido a rendas que ultrapassaram os critérios estabelecidos. Por outro lado, aproximadamente 240 mil famílias foram incluídas, graças a uma política de busca ativa que visa atingir os grupos mais vulneráveis e garantir que recebam o apoio necessário.

Destaca-se também a regra de proteção em vigor desde junho do ano passado, que permite que famílias que conseguiram emprego e melhoraram sua renda recebam 50% do benefício por até 2 anos, desde que cada membro receba até meio salário mínimo. Isso reflete um esforço para apoiar a transição para a independência financeira, incentivando o crescimento econômico e a estabilidade familiar.

Outro ponto relevante é o Auxílio Gás, que será pago às famílias cadastradas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), com NIS final 4. Com uma redução recente no preço do botijão, o valor do auxílio caiu para R$ 102. Essa assistência é vital para garantir o acesso das famílias a um serviço básico e essencial.

Com todas essas medidas, o Bolsa Família continua a desempenhar um papel crucial na redução da pobreza e na promoção do bem-estar social no Brasil. Sua extensão até o fim de 2026, garantida pela Emenda Constitucional da Transição, é um sinal do compromisso do governo em apoiar aqueles que mais precisam e promover um futuro mais próspero para todos.

...