Brasil possui mais templos religiosos do que escolas e hospitais

Os dados do Censo 2022, divulgados recentemente, trouxeram à tona um fato surpreendente sobre a paisagem brasileira: o número de templos religiosos no país supera a soma de escolas e hospitais. Essa estatística revela uma realidade intrigante e levanta questões sobre as prioridades socioculturais da nação.

De acordo com o relatório do Censo, o Brasil abriga cerca de 580 mil templos de diferentes religiões. Isso contrasta com as 264 mil instituições de ensino e 264 mil unidades de saúde, que somados totalizam apenas 512 estabelecimentos. Essa disparidade numérica chama a atenção para a proliferação de locais de culto religioso em comparação com as instituições educacionais e de saúde.

Os dados do Censo também revelam variações regionais significativas. Os estados do Norte do Brasil, como Amazonas, Acre e Amapá, lideram a lista de “mais religiosos”, com proporções de um templo religioso para cada 68 a 79 domicílios. Essa região, em particular, destaca-se por sua alta concentração de templos em relação ao número de habitantes, com 459 templos para cada 100 mil habitantes.

Por outro lado, a região Sul do país, que inclui os estados do Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, apresenta a menor proporção de estabelecimentos religiosos por 100 mil habitantes, com 226 templos. Essas variações regionais levantam questões sobre as dinâmicas culturais e religiosas em diferentes partes do Brasil.

O fato de o Brasil possuir mais templos religiosos do que escolas e hospitais juntos suscita reflexões importantes sobre as prioridades e valores da sociedade brasileira. Enquanto a religião desempenha um papel significativo na vida de muitos brasileiros, a alocação desigual de recursos para templos em comparação com instituições educacionais e de saúde levanta questões sobre o equilíbrio entre espiritualidade e necessidades práticas.

Além de analisar a distribuição de templos religiosos, o Censo 2022 também forneceu informações detalhadas sobre outros tipos de endereços brasileiros. A maioria esmagadora desses endereços é composta por propriedades particulares, como casas e apartamentos, totalizando 90,6 milhões de domicílios particulares. Outros estabelecimentos, como lojas e prédios públicos, somam 11,7 milhões.

O Censo também identificou a presença de estabelecimentos agropecuários, edificações em construção e domicílios coletivos, como hotéis e asilos, oferecendo uma visão completa da paisagem urbana e rural do Brasil.

A revelação de que o Brasil abriga mais templos religiosos do que escolas e hospitais somados destaca um aspecto singular da sociedade brasileira. Essa disparidade numérica levanta questões sobre o equilíbrio entre espiritualidade e necessidades práticas, bem como sobre as dinâmicas regionais e culturais do país.

Fonte: Portal Ig

...