Bom Jesus do Sul é declarado Território Livre de Analfabetismo

Nesta sexta-feira (02) o município de Bom Jesus do Sul (Sudoeste do Paraná) foi declarado Território Livre do Analfabetismo. Está é a 37ª cidade paranaense que conquista essa declaração. Cerca de mil pessoas participaram da cerimônia oficial que aconteceu no Salão Paroquial da Igreja Matriz.

“O Paraná está em festa. É a festa da cidadania e da alfabetização. Estar hoje em Bom Jesus do Sul, o município que alcançou a menor taxa de analfabetismo do Paraná e do país é gratificante. Esta é uma conquista nossa, do Governo do Estado, da prefeitura municipal, de todos os educadores que se envolveram nesta luta, acreditando que é possível redescobrir o mundo através das letras”, disse o chefe do Departamento da Diversidade, Wagner Roberto do Amaral.

Bom Jesus do Sul é um jovem município, criado no ano de 1995, foi desmembrado do Município de Barracão. Possui uma área de 161.2 Km² e uma população de 4.100 habitantes. Tem sua economia baseada na agricultura. Isso é demonstrado pela grande maioria de sua população que reside na zona rural. Cultiva as tradicionais plantações de milho, feijão, fumo, nectarina, uva, laranja, cana-de-açúcar, além da sericicultura e das culturas alternativas.

Para a Unesco, para ser considerado território livre do analfabetismo, o município precisa reduzir taxa de analfabetismo a pelo menos 4%. Em 2000, segundo dados do IBGE, essa taxa no município de Bom Jesus do Sul era de 17,82%. Desde 2004, com a implantação do Programa Paraná Alfabetizado essa taxa foi reduzida para o índice de 0,43%, a menor taxa do Estado e do país.

Este é o quinto município da região de Francisco Beltrão que recebeu a declaração de território livre do analfabetismo. O trabalho na região é coordenado pelo Núcleo Regional de Educação de Francisco Beltrão em parceria com as prefeituras municipais.

“A superação do analfabetismo é com certeza, uma das nossas maiores conquistas nestes 13 anos de emancipação política administrativa do município de Bom Jesus do Sul. Sinto-me imensamente realizado e satisfeito com esta grande conquista que garantirá a formação de cidadãos comprometidos com uma sociedade mais justa e fraterna, buscando um mundo cada vez melhor”, falou o prefeito Paulo Deola.

A superação do analfabetismo é fruto de um trabalho coletivo desenvolvido pelos órgãos públicos, organizações da sociedade civil, universidades estaduais, instituições, empresas e igrejas, e através de ações como o programa Paraná Alfabetizado, desenvolvido pela Secretaria de Estado da Educação, que desde sua implantação em 2004, já atendeu mais de 368 mil pessoas.

EXEMPLOS

“Esse programa tem ajudado tantas pessoas e eu sou mais um privilegiado. Graças a ele hoje sei ler e escrever, as placas pra mim já não são mais um problema. Tenho certeza que todos têm a capacidade de aprender, eu me esforcei e consegui. Essa é uma oportunidade para quem nunca pode estudar”, falou José da Costa Santarém, 34 anos.

“Ir para a aula hoje é uma das minhas maiores alegrias. Graças a Deus hoje assino meu nome, o que é muito importante para mim”, contou Oraides Moreira Menezes, 64 anos.

Ao longo desses últimos três meses o Paraná conheceu os primeiros municípios declarados territórios livres do analfabetismo. Bom Jesus do Sul então foi a 37ª cidade que recebe essa declaração no Estado. Em 2007 foram certificados pelo Ministério da Educação Curitiba, Quatro Pontes e Entre Rios do Oeste. A ação faz parte do compromisso do Governo de promover a alfabetização e resgatar a cidadania de milhares de paranaenses.

Através do Programa Paraná Alfabetizado, a sociedade está se mobilizando e acabando com o analfabetismo em todo território paranaense. Até o final de 2010, mais 117 municípios serão declarados livres do analfabetismo.

...