As 66 faces da floresta Bingen

A Floresta Bingen, na Alemanha, esconde um segredo fascinante que cativa a imaginação de todos que a visitam. Próximo ao majestoso Castelo Reichenstein, uma trilha de caminhada de um quilômetro de extensão, conhecida como Steckeschläferklamm, revela uma surpreendente coleção de 66 faces esculpidas nos troncos das árvores. Esses rostos, que compreendem elfos, fantasmas, duendes e trolls, são o resultado de um projeto artístico notável realizado por Franz Kellermeier em 1971. Neste artigo, mergulharemos no encanto dessas esculturas únicas e na história que as envolve.

Uma Obra de Arte Pública:

As 66 faces da Floresta Bingen representam um projeto de arte pública que recebeu o nome de um grupo errante de Weiler, que desbravou o vale lateral do rio Morgenbach, próximo às faces. Eles construíram pequenas passarelas e pontes de madeira, permitindo o acesso aos visitantes. As esculturas, entretanto, não são apenas rostos esculpidos, mas verdadeiras obras de arte que incorporam a riqueza do folclore alemão.

Um Patrimônio Danificado e Restaurado:

Ao longo dos anos, muitas das esculturas sofreram danos devido a vandalismo e condições climáticas adversas. Contudo, o encanto dessas faces perdurou e, em um belo exemplo de comunidade e dedicação, pessoas comprometidas se uniram para restaurar as faces danificadas. Cada uma dessas esculturas tem seu próprio caráter distinto e expressa uma emoção única, o que as torna ainda mais especiais.

Criaturas Míticas que Contam Histórias:

Cada uma das 66 faces esculpidas na Floresta Bingen é uma peça única que carrega consigo uma história própria. Esses rostos representam um elenco variado de criaturas míticas da tradição alemã, incluindo elfos, fantasmas, duendes e trolls. Cada uma dessas entidades mágicas possui sua própria mitologia e características, tornando as esculturas um verdadeiro tesouro de narrativas folclóricas.

Rostos que Abraçam a Emoção:

Uma característica marcante das faces da Floresta Bingen é a expressão emocional que cada escultura apresenta. Cada rosto revela uma emoção distinta, seja ela alegria, tristeza, surpresa ou mistério. Essa diversidade de emoções enriquece ainda mais a experiência de explorar a trilha Steckeschläferklamm e apreciar as obras de arte esculpidas por Franz Kellermeier.

Almas nos Rostos Míticos:

De acordo com uma crença envolvente, esses rostos de criaturas míticas também contêm suas próprias almas. Esta tradição acrescenta uma camada adicional de profundidade e mistério às esculturas, fazendo com que os visitantes se sintam conectados a uma dimensão mágica e espiritual.

A Floresta Bingen, na Alemanha, é mais do que uma maravilha natural; é o lar de um tesouro artístico mítico. As 66 faces esculpidas nos troncos das árvores encantam e intrigam aqueles que têm o privilégio de explorar a trilha Steckeschläferklamm. Cada rosto conta uma história, expressa uma emoção e, de acordo com a tradição, abriga uma alma. Este local único é uma lembrança do poder da arte para nos conectar com o folclore e a magia que permeiam a história da humanidade. A Floresta Bingen e suas faces míticas são uma verdadeira joia que merece ser apreciada e preservada para as gerações futuras.

...