A Importante descoberta na Igreja do Santo Sepulcro

A Igreja do Santo Sepulcro, em Israel, é um local de profundo significado religioso, conhecido por abrigar o túmulo de Jesus Cristo. Após séculos de decadência e danos estruturais, cientistas iniciaram a tão aguardada renovação do túmulo em outubro de 2016. Ao removerem uma laje de mármore que permaneceu intocada por centenas de anos, uma descoberta fascinante veio à luz, lançando uma nova luz sobre a história cristã.

De acordo com o Novo Testamento, o túmulo de Jesus foi construído próximo ao local de sua crucificação. Embora o local exato do sepultamento nunca tenha sido provado arqueologicamente, a Igreja do Santo Sepulcro é considerada um marco histórico. A primeira igreja no local foi construída pelo imperador romano Constantino, por volta de 326 d.C., destinada a abrigar seu próprio túmulo e possivelmente o de Jesus.

aaaaaaa 3 1

A história da Igreja do Santo Sepulcro é marcada por várias restaurações ao longo dos séculos. A torre do sino desmoronou em 1545, impulsionando a primeira renovação significativa. Mais tarde, os frades franciscanos realizaram uma restauração, incluindo a limpeza da edícula, o santuário que abriga o túmulo de Jesus.

Em 1555, os monges franciscanos selaram o túmulo com uma laje de mármore para preservar o local e evitar que peregrinos tocassem a rocha onde Jesus supostamente foi sepultado. Essa laje permaneceu intocada por séculos, deixando os arqueólogos curiosos sobre o que poderia estar escondido em seu interior.

aaaaaaa 4 1

A renovação da Igreja do Santo Sepulcro era necessária há muito tempo, mas alterar esse local sagrado era uma tarefa complexa, devido à custódia compartilhada por três denominações cristãs. A difícil decisão de restauração incluiu debates sobre a remoção de uma escada de cedro apelidada de “a escada inamovível”.

Em 2016, uma equipe de cientistas da Universidade de Atenas realizou uma restauração que incluiu uma escavação arqueológica do túmulo de Jesus. A tecnologia moderna proporcionou acesso sem precedentes às informações que intrigavam os entusiastas bíblicos por décadas.

aaaaaaa 5 3

Ao removerem a laje de mármore que cobria o túmulo, em outubro de 2016, os cientistas encontraram algo surpreendente: sob as camadas de sujeira e detritos acumulados por milênios, havia outra placa de mármore escondida, com uma cruz gravada no centro. Essa descoberta levantou diversas teorias sobre sua origem e significado.

Testes de luminescência estimulada óptica (OSL) revelaram que a laje de mármore e a placa oculta foram expostas pela última vez durante o quarto século, o mesmo período de construção da primeira Igreja do Santo Sepulcro. Isso confirmou a autenticidade da estrutura.

aaaaaaa 6 1

Essas descobertas têm levado mesmo os maiores críticos a reconsiderar a autenticidade do local do túmulo de Jesus. A autenticidade do local agora é considerada inabalável, e as respostas que os fiéis procuram estão firmemente ancoradas em sua fé.

A renovação do túmulo de Jesus na Igreja do Santo Sepulcro em Israel revelou descobertas surpreendentes que têm impactado as crenças e a compreensão da história cristã. Essa emocionante jornada arqueológica continua a iluminar os mistérios do passado e a fortalecer a fé daqueles que visitam este local sagrado em Jerusalém.

FONTE: greedyfinance

...