A Foto Antiga que Revela o Movimento do Ciclo da Madeira na Tri Fronteira

A preservação de fotografias antigas nos permite fazer uma verdadeira viagem no tempo e mergulhar na história de regiões e suas transformações ao longo dos anos. Uma dessas imagens, publicada pelo Jornal da Fronteira há muitos anos, nos revela a importância do setor de transportes de cargas para a economia da Tri Fronteira nos dias atuais.

Desde o ciclo da madeira até o atual ciclo do comércio internacional, a presença de caminhões tem sido uma constante em Barracão, Dionísio Cerqueira e Bernardo de Irigoyen. Dados extraoficiais apontam que hoje existem mais de 2 mil caminhões nas cidades trigêmeas, além de mais de 100 transportadoras registradas, evidenciando a relevância desse setor para a região.

A foto em questão retrata o intenso movimento do ciclo da madeira na Tri Fronteira. Era comum ver filas de caminhões carregando toras de madeira com destino à Argentina, destacando-se como uma das principais atividades econômicas da época. Hoje, as filas de caminhões na Aduana são diferentes, com produtos diversificados, exceto a madeira, que agora é industrializada.

A imagem foi capturada no local onde atualmente se encontra o Centro Comercial Peperi, próximo à Pirâmide Veículos, onde existia uma grande madeireira. Toda aquela região, era parte de um terreno da madeira, que temos fotos e em breve publicaremos.

De acordo com os dados publicados na época pelo Jornal da Fronteira, essa área era um ponto de intenso movimento e comércio relacionado à indústria madeireira.

foto antiga aduana

Comentários nas redes sociais na época revelam detalhes interessantes sobre a foto. Branca Cecy De Lara mencionou que o motorista Marcilo de Lara aparece no primeiro caminhão à esquerda da Ciunil, fornecendo uma conexão pessoal com o registro histórico.

Eduardo Dillenburg Zanette compartilhou que seu pai trabalhou para Mário Cláudio Turra e para a madeireira Ipê, destacando a exportação de grande quantidade de madeira para a Argentina entre os anos de 1956 e 1970.

Essa foto antiga nos permite apreciar a importância do setor de transportes de cargas na economia da Tri Fronteira ao longo do tempo. Ela nos leva a refletir sobre as mudanças ocorridas na região e a reconhecer o papel fundamental desempenhado pelos caminhões no desenvolvimento econômico e no comércio internacional. Ao preservar essas memórias históricas, valorizamos e reconhecemos a herança e as conquistas da Tri Fronteira, mantendo viva a memória coletiva dessas comunidades.

...