A cidade luxuosa encontrada submersa na Itália

Foto: ANDREAS SOLARO / AFP

Na pitoresca costa da Campânia, no sul da Itália, a aproximadamente 30 quilômetros de Nápoles, encontra-se uma joia arqueológica subaquática que conta a história de um passado glorioso. Baia, conhecida como “Bayas” em italiano, era uma cidade de férias no início do Império Romano, caracterizada por suas termas luxuosas, templos magníficos, parques exuberantes e vilas romanas opulentas. Hoje, suas ruínas submersas são uma lembrança fascinante da extravagância que reinou naquele local e época.

Baia: A Las Vegas da Antiga Roma

Se Baia existisse hoje, seria comparada a Las Vegas, conhecida por sua extravagância e luxo, e até apelidada de “Cidade do Pecado”. No auge de seu esplendor, Baia era um refúgio para os ricos e poderosos de Roma, que buscavam descanso e entretenimento na costa da Campânia.

O Declínio e a Submersão

Por volta do século IV d.C., os habitantes das luxuosas vilas à beira-mar começaram a testemunhar um fenômeno alarmante: o solo afundava gradualmente e o mar avançava sobre suas propriedades. Baia estava situada em uma área vulcânica, onde a altura do solo variava de acordo com a atividade do magma nas profundezas da Terra, um fenômeno conhecido como “bradismo”. Esse processo geológico parou por volta do ano 650, mas a ação do icônico Monte Vesúvio já havia selado o destino de Baia.

O Museu Subaquático de Baia

As ruínas romanas de Baia permaneceram escondidas nas profundezas do mar até o final da década de 1960, quando foram descobertas. A preservação notável dessas ruínas é creditada à areia e à Posidonia oceânica, uma planta essencial do Mediterrâneo que atuou como guardiã dos segredos enterrados no fundo do mar. No entanto, as mudanças climáticas recentes começaram a alterar a situação, tornando a preservação desses tesouros arqueológicos ainda mais desafiadora.

Os Tesouros Submersos de Baia

Entre os tesouros submersos de Baia, estão mosaicos deslumbrantes que decoravam o interior de suntuosas vilas romanas. Esses mosaicos retratam cenas mitológicas, figuras históricas e padrões intrincados que revelam a maestria artística da época. Além disso, estátuas impressionantes que outrora adornavam os jardins e átrios das vilas podem ser encontradas sob as águas serenas.

As termas de Baia, famosas por suas propriedades terapêuticas, eram adornadas com mármore e mosaicos elaborados, e suas estruturas submersas contam a história de como os antigos romanos valorizavam o bem-estar e o relaxamento.

Baia Hoje: Um Tesouro Protegido

Atualmente, Baia é uma Área Marinha Protegida desde 2002, o que significa que apenas mergulhadores licenciados pelas autoridades locais têm permissão para explorar suas ruínas submersas. Os mosaicos e estátuas que decoravam as luxuosas vilas romanas ainda podem ser admirados, proporcionando uma visão vívida da vida naquela época.

Um Portal do Passado Sob as Ondas de Baia

À medida que mergulhamos nas profundezas do Lago de Baia, encontramos mais do que apenas ruínas submersas. Descobrimos um portal mágico que nos transporta de volta no tempo, para uma era de opulência romana e extravagância. Os mosaicos deslumbrantes, as estátuas majestosas e as termas terapêuticas preservadas sob as ondas são tesouros que nos conectam diretamente com a rica herança da antiguidade.

A história de Baia é uma lição sobre a efemeridade da grandiosidade humana e a influência indomável da natureza. Mas é também um lembrete de que, mesmo sob as águas serenas, a beleza e a cultura podem sobreviver, esperando pacientemente para serem redescobertas.

Hoje, Baia é um tesouro protegido, guardado pelas autoridades locais e acessível apenas aos mergulhadores licenciados. Essa medida de conservação garante que as gerações futuras também possam se maravilhar com os segredos que Baia esconde sob suas ondas.

Enquanto exploramos as profundezas desse museu subaquático, somos lembrados de que a história, mesmo quando afundada nas águas do tempo, pode emergir novamente, resplandecente e inspiradora. Baia permanece como uma cápsula do passado, um lugar onde o tempo se desacelera, permitindo-nos tocar, sentir e imaginar a grandiosidade de uma época passada.

Nossa jornada em Baia é uma aventura única, uma experiência que nos ensina sobre a efêmera grandeza humana e a eternidade das maravilhas naturais. Enquanto contemplamos os tesouros submersos de Baia, lembramo-nos de que o passado está sempre presente, aguardando para ser desvendado, explorado e apreciado. Baia nos convida a mergulhar profundamente em sua história e a descobrir, sob as ondas, a magia de um mundo antigo.

...